27.6.09

Depois...

... da procura, encontrou-se a escolinha para onde ela vai.
Começa a partir de 14 de Setembro.

Segundo o que nos comunicaram, o melhor é ela ir aos poucos para se ir habituando.

A mim já me está a dar um nó.

4 comentários:

Carolina e António disse...

Ao inicio custa pas 2 partes... Aos bocaditos:S

Tété £ Xavier © disse...

Eu chorei baba e ranho e o papá lá conseguiu se conter mas não penses o quanto irá custar antecipadamente porque sofres muito... e na hora então... meu Deus!!
Quanto à adaptação, a nossa experiência foi deixá-lo por 2 horas no 1º dia e aumentando gradualmente mas não deverás estenderr demasiado o tempo de experiência para que não pense que será sempre assim.
Nós começamos numa segunda-feira e na quinta já ficou o dia todo mas foi bem mais fácil, pelo menos para ele, porque só tinha 7 meses... convosco será bem pior em consequência da sua reacção porque tendo ela 2 anos tem a perfeita noção do que se passa :o/
Que corra tudo bem...
Tété & Xavier

Mamã do Raúl disse...

Imagino...esse é um assunto que vou adiando...
mas tem de ser...e o que tem de ser tem muita força...

Os Papás disse...

Correcção, meu caro... Ir aos pouco para se IREM habituando.

Ela e os pais.

E, por experiência própria, a nossa habituação pode ser mais dificil do que a adaptação deles à nova vida.

No caso da Joana, a coisa foi fácil desde o primeiro dia, sem birras nem choradeiras.

Pudera... Foi para o infantário com 6 meses.

No entanto, mesmo para aqueles com a idade da vossa filhota, a adaptação pode passar por ser uma coisa fácil, especialmente se ela for sociável para com as outras crianças.

Custa-nos mais a nós, quando percebemos que eles nos viram as costas e entram no mundo deles, sem preocupações e rodeados de amiguinhos.

Com o tempo, a coisa passa mas as saudades diárias são tramadas.

Um abraço